FONE: (73) 2101-7118 / 3634 - 7118 FALE CONOSCO: 81117622 - 91345523

Atualizações Recentes Ocultar comentários

  • A Redação 11:57 PM dia 22/05/2014 Visualizar | Responder  

    ILHÉUS CONTRA A DENGUE! 

    Dengue Novo

     
  • A Redação 2:23 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    ANGELA SOUZA E JOSIAS GOMES INAUGURAM COMITÉ EM ILHÉUS 

    Um espaço para apresentar propostas, as ações realizadas durante os mandatos, ouvir os projetos e reivindicações do povo e estar cada vez mais próximo da comunidade. Esse é o objetivo do comitê da deputada estadual Ângela Sousa e do deputado federal Josias Gomes que será inaugurado em Ilhéus nesta segunda-feira, dia 18, às 17 horas, na rua Visconde de Mauá, 208, no centro da cidade, em frente à Policlínica. Durante o encontro os deputados Ângela Sousa e Josias Gomes estarão ainda reafirmaram o apoio à Dilma Russeff para presidente, Otto Alencar para senador e Rui Costa para governador do estado da Bahia.

     
  • A Redação 2:22 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    Começa na próxima terça-feira o horário eleitoral no rádio e na TV 

     

    André Richter – Repórter da Agência Brasil Edição: Lílian Beraldo

    banner_eleições

    A partir da próxima semana, o eleitor poderá conhecer as propostas dos mais de 26 mil candidatos às eleições de outubro. Começa na próxima terça-feira (19) a propaganda partidária no rádio e na televisão. O horário eleitoral segue até o dia 2 de outubro, três dias antes da votação do primeiro turno.

    Apesar de a propaganda nas ruas, com panfletos e cavaletes, por exemplo, e na internet estar liberada desde o dia 6 de julho, o horário eleitoral é a principal oportunidade de os candidatos aos cargos de deputado, senador, governador e presidente da República ganharem visibilidade para tentar conquistar o voto do eleitor.

    Segundo o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) João Paulo Peixoto, a propaganda eleitoral de rádio e TV é importante para que os candidatos fiquem conhecidos.

    De acordo com ele, a influência costuma ser maior em um eventual segundo turno, quando os candidatos a governador ou presidente vão para o confronto final. “É difícil mensurar o efeito [dos programas partidários na campanha eleitoral]. É uma oportunidade para que os candidatos tenham visibilidade maior. Isso tem impacto”, destacou.

    Na avaliação do cientista político e professor da UnB Leonardo Barreto, os candidatos que estão atrás nas pesquisas de intenção de voto devem tentar a reação na disputa nos primeiros dias de transmissão dos programas eleitorais, quando o ouvinte ou telespectador está mais atento aos programas. Apesar disso, ele não acredita em uma alteração brusca de cenário por conta do horário eleitoral. “As pessoas querem mudança, mas não querem mudar por mudar. Elas querem ser seduzidas por uma nova história. Não acredito que o tempo de TV vai mudar o cenário que está posto”, disse Barreto.

    A propaganda eleitoral para os candidatos que disputam o cargo de presidente será veiculada no rádio às terças, quintas e sábados em dois horários: das 7h25 às 7h50 e das 12h25 às 12h50. Na TV, nos mesmos dias, os horários serão das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Às segundas, quartas e sextas, a propaganda será destinada aos demais cargos em disputa.

     
  • A Redação 2:19 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    Cem mil pessoas devem acompanhar enterro de Eduardo Campos na tarde de amanhã 

     

    Ivan Richard – Enviado Especial Edição: Lílian Beraldo
    Em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, flores são deixadas em homenagem a Eduardo Campos (Fernando Frazão/Agência Brasil)
    Em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, flores são deixadas em homenagem a Eduardo CamposFernando Frazão/Agência Brasil

    O enterro do ex-governador do estado Eduardo Campos e de três assessores dele, mortos em acidente aéreo na última quarta-feira (13), deve ocorrer às 17h de amanhã (17) no cemitério de Santo Amaro, próximo ao Centro do Recife. Com a dificuldade na identificação e liberação dos restos mortais de São Paulo, o governo de Pernambuco já trabalha com a possibilidade de alterações na cerimônia fúnebre – antes, o enterro estava previsto para as 16h. O governo do estado já trabalha com a expectativa de que o funeral reúna mais de 100 mil pessoas.

    As autoridades locais estimam que os corpos devem sair de São Paulo com destino à capital pernambucana até as 17h de hoje (16), com previsão de chegada entre 20h e 22h. Da Base Aérea, o caixão com o corpo do ex-governador seguirá, em carro aberto do Corpo de Bombeiros, até o Palácio do Campo das Princesas, sede do governo do estado. Carros funerários levarão os corpos do assessor de imprensa Carlos Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, que também serão velados em frente ao palácio.

    Está prevista para amanhã, às 10h, a celebração da missa de corpo presente, pelo arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido, em frente à sede do governo de Pernambuco.

    Ontem (15) à noite, a pedido da família de Campos, foram feitas alterações no trajeto do cortejo fúnebre para que ele passe por bairro mais humildes da capital. Com isso, o desfile seguirá por toda Avenida Mascarenhas de Moraes, passando pelo Largo da Paz. Entrará na Estrada dos Remédios, passando pelo bairro da Torre e chegando até a Avenida Norte finalizando no Palácio do Campo das Princesas. O trajeto está sendo preparado hoje, com faixas, cartazes e banners em homengem a Eduardo Campos.

    Além da presidenta Dilma Rousseff, que concorre à reeleição pelo PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, e de Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos, 12 governadores já confirmaram presença nas cerimônias. Também são esperados ministros, parlamentares, prefeitos, vereadores, empresários e embaixadores.

     
  • A Redação 2:17 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    ABRACCI REPUDIA PROIBIÇÃO DE FILMAGEM NA CÂMARA DE ILHÉUS 

     

    Decisão da Câmara de Ilhéus pegou mal.

    A  Articulação Brasileira Contra a Corrupção e a Impunidade emitiu nota de repúdio hoje, 15, contra a Câmara de Vereadores de Ilhéus, que proibiu filmagens nas sessões legislativas. O vereador Luiz Carlos Nascimento (PP), correligionário do prefeito Jabes Ribeiro, foi o autor do requerimento aprovado por unanimidade pelos parlamentares presentes na votação da última quarta-feira, 13.

    Leia.

    “Nota de Repudio à Câmara Municipal de Ilhéus

    Senhor Presidente Josevaldo Machado,

    O direito à informação é um dos pilares da democracia, não existe sociedade democrática sem transparência e acesso à informação, de modo que tentar impedir o trabalho do Instituto Nossa Ilhéus de filmar as Sessões da Câmara Municipal de Ilhéus, que deveria ser a Casa do Povo, é atentar contra a democracia e contra o direito à informação da população. 

    O parlamento é, por excelência, “a Casa do Povo”, um local onde se deveria praticar a democracia e primar pela transparência, e isso inclui o respeito ao trabalho de comunicação e divulgação das ações da Câmara Municipal de Ilhéus, como o que é realizado desde maio de 2013, com autorização da Casa e conforme Regimento Interno da mesma, pelo Instituto Nossa Ilhéus, para informar e formar a opinião pública, com isenção e responsabilidade, de maneira livre e consciente, além de permitir que cidadãos que não podem frequentar presencialmente as sessões, as acompanhem pela internet.

    Gusmão

    Este Blog coloca á disposição dos envolvidos para o Direito de resposta

     
  • A Redação 2:10 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    A POLÊMICA DOS GUARDAS MUNICIPAIS ARMADOS 

     

    Lei autoriza guardas de todas as cidades brasileiras a usarem arma.

    Cidades brasileiras já haviam armado suas guardas antes da sanção presidencial que legitimou o Estatuto Geral das Guardas Municipais. A nova lei garante direitos trabalhistas importantes à categoria, a exemplo do plano de carreira. Por outro lado, confere a esses profissionais o poder de polícia e lhes assegura, nacionalmente, o uso da arma de fogo. Estes são os aspectos do estatuto que reacenderam a polêmica.

    Wadih Damous, presidente licenciado da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, classificou como “duvidosa” a constitucionalidade da mudança por meio de Lei Complementar ao invés de Emenda à Constituição, pois a Carta Magna prevê a quais órgãos cabe o exercício da segurança pública. As guardas municipais não estão entre eles: polícias civis, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal e polícias e corpos de bombeiros militares.

    “A omissão às guardas municipais quando trata dos órgãos policiais e militares deixa clara a intenção dos constituintes de que elas não façam parte do sistema de segurança pública. Seu papel é outro: a proteção de bens, serviços e instalações públicas. Qualquer modificação exigiria emenda à Constituição”, escreveu o Wadih Damous para a Carta Maior, no último dia 2, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

    O cenário político atual, em que se discute a desmilitarização das polícias, corrobora contra a militarização de mais uma categoria. “Que ninguém se iluda. Estamos diante de um absurdo de grandes proporções”, afirmou Damous. Ele também questionou as implicações de subordinar uma polícia a cada prefeito brasileiro, enquanto o debate avança no sentido de unificar as instituições policiais.

    O Jornal Opção Online chamou de “desastrosos” dois episódios recentes que envolveram guardas municipais de Aparecida de Goiânia. Na quinta-feira, 14, um guarda armado matou um homem a tiros e alegou legítima defesa, pois foi esfaqueado pela vítima antes de disparar.

    Conforme o jornal, o segundo caso é “mais emblemático”. Na última quarta, 13, dois guardas civis foram presos em flagrante pela tentativa de homicídio contra um casal e seus três filhos. Segundo as vítimas, a dupla as abordou quando elas saiam de uma igreja. Como os homens estavam sem uniformes, os cidadãos não obedeceram a “ordem de parada”. Os agentes municipais os perseguiram.; Um deles atirou várias vezes contra o carro da família, alguns disparos acertaram a cadeirinha do bebê. Ninguém foi ferido. No automóvel usado pelos acusados, a Polícia Militar encontrou uma arma de brinquedo, um radiofrequência da corporação, um cachimbo e pequena quantidade de crack. 

    Ao jornal, o secretário da Guarda Municipal de Aparecida de Goiânia, Jonas Alves Cachoeira, afirmou que os dois episódios são fatos isolados e não refletem a realidade do órgão. Ele admitiu que o caso dos guardas que atacaram a família é mais grave e prevê que eles serão exonerados, ao final do processo administrativo aberto pelo município.

    Gusmão

     
  • A Redação 2:06 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    IBGE ANUNCIA CONCURSO COM 1.500 VAGAS 

    ibge logoO Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) enviou um pedido de autorização ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para a realização de um novo concurso para os níveis médio e superior ainda este ano. A informação foi confirmada pelo diretor-executivo do IBGE, Fernando Abrantes.

    Segundo Abrantes, serão oferecidas cerca de 1.500 vagas, sendo 1.044 vagas de técnicos, de nível médio, e cerca de 300 para os cargos de analista, de nível superior. O objetivo do órgão é recompor o quadro de funcionários efetivos, devido ao alto número de pedidos de aposentadoria nos últimos anos.

    O último concurso do IBGE foi realizado em 2013 pela Fundação Cesgranrio e ofereceu 420 vagas nos níveis intermediário e superior. As remunerações variaram de R$3.186,10 a R$8.303,24, dependendo da escolaridade exigida pelo cargo e da titulação do aprovado. Do Correio.

     
  • A Redação 1:30 PM dia 16/08/2014 Visualizar | Responder  

    VEÍCULO FARÁ TRANSPORTE DE ADVOGADOS 

     

    Veículo foi entregue nesta sexta-feira

    A subseção da OAB em Itabuna recebeu nesta sexta-feira (16) uma van que será utilizada no transporte de advogados entre o centro da cidade e o novo fórum, situado no Loteamento Nossa Senhora das Graças, região do Hospital de Base.

    O veículo foi adquirido com recursos da Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia  (Caab), cujo presidente, José Nélis, veio à cidade para entregar as chaves ao titular da subseção, Andirlei Nascimento. Também estavam presentes advogados itabunenses e de Salvador, além do ex-presidente da seccional baiana da OAB, Dinailton Oliveira.

    Além de ter fornecido a van, a Caab também responderá pelos custos de manutenção do veículo, incluindo combustível e remuneração do motorista. Segundo Nascimento, o transporte gratuito estará disponível a partir desta segunda-feira (18).

    Veículo foi entregue nesta sexta-feira

    A subseção da OAB em Itabuna recebeu nesta sexta-feira (16) uma van que será utilizada no transporte de advogados entre o centro da cidade e o novo fórum, situado no Loteamento Nossa Senhora das Graças, região do Hospital de Base.

    O veículo foi adquirido com recursos da Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia  (Caab), cujo presidente, José Nélis, veio à cidade para entregar as chaves ao titular da subseção, Andirlei Nascimento. Também estavam presentes advogados itabunenses e de Salvador, além do ex-presidente da seccional baiana da OAB, Dinailton Oliveira.

    Além de ter fornecido a van, a Caab também responderá pelos custos de manutenção do veículo, incluindo combustível e remuneração do motorista. Segundo Nascimento, o transporte gratuito estará disponível a partir desta segunda-feira (18).

     
  • A Redação 10:13 AM dia 15/08/2014 Visualizar | Responder  

     Presidente do TSE nega pedido para adiar início da propaganda eleitoral 

     

    André Richter – Repórter da Agência Brasil Edição: Fábio Massalli

    O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, rejeitou hoje (14) pedido do candidato à Presidência da República Eduardo Jorge (PV) para a adiar o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, prevista para começar na terça-feira (19).

    Na decisão, Toffoli afirmou que não é possível adiar o início da propaganda com base em um pedido individual de um candidato ou coligação. “Em que pese a relevância das razões apresentadas, não há como postergar o início da propaganda gratuita, pois a matéria é estabelecida pela legislação eleitoral e não por ato de vontade da Justiça Eleitoral”, decidiu.

    Mais cedo, em entrevista coletiva, o presidente do TSE já tinha adiantado que o pedido não prosperaria e que o adiamento depende de consenso entre as coligações que disputam a Presidência da República.

    No pedido, protocolado no início da noite, Eduardo Jorge alegou que o adiamento é necessário para permitir que a coligação de Eduardo Campos possa adaptar os programas que seriam veiculados. Campos morreu ontem (13) em acidente aéreo no litoral paulista.  “Essa medida significa respeito ao luto das famílias atingidas pela tragédia e ao pesar do povo brasileiro. Podemos ter, assim, um intervalo necessário para se dar início ao debate político tão essencial à nossa democracia”, defendeu o candidato.

     
  • A Redação 10:10 AM dia 15/08/2014 Visualizar | Responder  

    Anvisa proíbe venda de lote de água mineral 

     

    Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (15) no Diário Oficial da União proíbe a distribuição e a comercialização, em todo o território nacional, do Lote 32966047S1 (validade: 23/10/2014) do produto Água Mineral Natural da marca São Lourenço, produzido pela Empresa Nestlé Waters Brasil – Bebidas e Alimentos Ltda.

    De acordo com o texto, laudo emitido pelo Instituto Adolfo Lutz identificou a presença da bactéria Pseudomonas aeruginosa acima do limite estabelecido na legislação sanitária no lote. A resolução entra em vigor nesta sexta-feira.

    De acordo com o Departamento de Química da Universidade de São Paulo (USP), a bactéria atinge principalmente os pulmões de pessoas que apresentam imunidade baixa.

     
  • A Redação 10:08 AM dia 15/08/2014 Visualizar | Responder  

    LUKAS PAIVA X CACÁ COLCHÕES 

    Paiva diz que PMDB ilheense age com mesqinhez.

    O vereador Lukas Paiva (PMN) acionou a metralhadora contra o vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões (PMDB). Para o vereador, o peemedebista joga contra Paulo Souto em Ilhéus ao, segundo ele, “impedir uma aliança ampla em torno da candidatura de oposição ao governo baiano”.

    • Ele só quer aparecer sozinho, quer o bônus da votação somente para si. Mas vale ressaltar que existe muita gente apoiando Paulo Souto e que possui muito mais credibilidade que o vice-prefeito, que é completamente subordinado à Jabes – disse.

    Lukas Paiva atira até no PMDB, classificando a legenda de pequena em Ilhéus. “E faz política mesquinha”, completa. A mesquinhez residiria no fato de o peemedebista alijar aliados, inclusive o próprio Lukas Paiva, durante evento no município sul-baiano.

    O vereador em primeiro mandato diz que o individualismo de Cacá prejudica a oposição, “que sofre em Ilhéus com a falta de organização nas ações de campanha”.

     
c
compose new post
j
next post/next comment
k
previous post/previous comment
r
reply
e
edit
o
show/hide comments
t
go to top
l
go to login
h
show/hide help
shift + esc
cancel