FONE: (73) 2101-7118 / 3634 - 7118 FALE CONOSCO: 81117622 - 91345523

Atualizações Recentes Ocultar comentários

  • A Redação 6:33 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    Médico e professor da UnB diz que vírus chikungunya chegou para ficar 

     

    Depois de confirmados 789 casos da febre chikungunya no Brasil, tudo indica que o brasileiro terá de conviver com a doença, que é semelhante à dengue. Na avaliação do médico Pedro Tauil, doutor em medicina tropical e professor da UnB, ela chegou ao país para ficar.

    Segundo ele, o vírus tem os mesmos vetores da dengue, os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, que já estão instalados em todos os estados brasileiros. Além disso, já houve transmissão da febre chikungunya em três estados. Na Bahia, estão confirmados 458 da doença, enquanto no Amapá e em Minas Gerais foram registrados, respectivamente, 330 e um caso.

    O médico adiantou que, por ter os mesmos vetores, a febre chikungunya deverá ter a mesma sazonalidade da dengue, ou seja, o período das chuvas será de picos de transmissão da doença.

    Pedro Tauil esclareceu que a nova doença mata muito menos que a dengue, já que, apesar dos mesmos sintomas (febre alta, dor de cabeça e nas articulações), são raras as vezes em que apresenta casos com hemorragia. No novo vírus, a sintomatologia dura de três a dez dias.

    Outra peculiaridade da febre é a intensidade e o tempo das dores nas articulações. Conforme Tauil, são poucos os casos em que essas dores são fortes e longas. “Na experiencia dos franceses, pessoas ficam um ano [com dores articulares] e outras levam apenas alguns meses. A gente ainda não sabe o que faz essas dores permanecerem”, explicou Tauil.

    Nesses casos, os pacientes podem precisar usar cortisona para atenuar a dor e até mesmo de tratamento com fisioterapeuta.

    Na maioria dos casos, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica. De acordo com Tauil, para um bom tratamento, é importante o profissional distinguir dengue da chikungunya.

    As medidas preventivas são as mesmas da dengue. Até o fim de outubro, o governo federal, em parceria com estados e municípios, deverá concluir o Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti. O objetivo é identificar as larvas dos mosquitos Aedes egypti e Aedes albopictus, os focos e depósitos de água onde foram encontrados.

    O Ministério da Saúde reitera que, para prevenir a nova doença, são necessárias medidas simples como verificar o fechamento da caixa d água, não acumular vasilhames em quintais, desentupir calhas e colocar areia em pratos sob vasos de plantas.

    Desde a confirmação de casos da febre chikungunya no Caribe, no fim de 2013, o Ministério da Saúde elaborou o Plano Nacional de Contingência, que definiu, entre outras metas de controle da doença, a intensificação das atividades de vigilância, respostas da rede de saúde, divulgação de medidas às secretarias, preparação de laboratórios de referência para diagnósticos e o treinamento de profissionais.

     
  • A Redação 6:30 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    Tuberculose matou 1,5 milhão de pessoas em 2013 

     

    A tuberculose fez 1,5 milhão de vítimas entre 9 milhões de pessoas que contraíram a doença em 2013, número superior às estimativas iniciais, revelou hoje (22), em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os números constam do relatório anual sobre a tuberculose. O documento acrescenta que, entre as vítimas, 360 mil eram doentes infectados com o vírus HIV.

    A estimativa inicial era 8,6 milhões de casos e, segundo o diretor do programa da OMS de combate à tuberculose, Mario Raviglione, o aumento deve-se “aos investimentos nos sistemas de monitoração e vigilância (…) que proporcionam mais e melhores dados”. Ele informou que a tuberculose é a segunda doença infecciosa que mais mata, situando-se perto do HIV.

    No entanto, a taxa de mortalidade de tuberculose diminuiu 45% desde 1990, e o número de novas infecções diminuiu para 1,5% por ano, com 37 milhões de vidas salvas desde 2000, devido a diagnósticos feitos a tempo útil e aos tratamentos oferecidos.

     
  • A Redação 6:13 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    E agora Lukas Paiva? Em Ilhéus, PMN pode desembarcar no Governo Jabista 

    Lukas acredita que o PMN não vai para o governo.

    O Partido da Mobilização Nacional (PMN), vem conversando com o prefeito Jabes Ribeiro para integrar a base governista e ocupar uma secretaria, muito provavelmente a de Turismo.

    A sigla tem três vereadores: Gilmar Sodré, James Kosta e Lukas Paiva.

    O vereador James Kosta já faz parte da base do prefeito, independente do partido.

    O líder do PMN na câmara, Gilmar Sodré, em bate papo com Blog Agravo, admitiu as conversas, e de que as chances do partido ocupar uma secretaria é muito grande, apesar de não ter falando nome para indicar numa provável secretaria.

    O nome  do presidente estadual e municipal, Carlos Massarolo, é o mais falado no meio político para o secretariado.

    O vereador Lukas Paiva, em conversa com nossa redação, não acredita que o PMN vá compor a base. “Nas eleições de 2012, o PMN apoiou a candidata petista contra o atual prefeito, e seria contraditório sua aderência a base na totalidade”. Salientou o vereador que faz oposição ferrenha ao governo municipal.

    Para Lukas, a possibilidade de ele aderir a essa nova postura de apoio ao governo jabista é zero.

    Agravo

     

     

    Agora é esperar para ver os próximos capítulos…

     
  • A Redação 1:07 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    FALA MEU POVO: JABES PERSEGUIÇÃO VELADA AOS OPOSITORES 

    Waldemir Correia adicionou 5 novas fotos.
    21 h · 

    A cabeça de DR. JABÓQUIO funciona assim:
    Olhem que sujeito inteligente!!!

    SE NUMA DETERMINADO RUA MORA UM DESAFETO DELE, LÁ NÃO SE RECOLHE LIXO REGULARMENTE, LÂMPADAS QUEIMADAS PERMANECEM QUEIMADAS, SE TEM BURACOS ELES VÃO SE MULTIPLICAR, PQ ELE NÃO MANDA TAPAR OS DITO CUJO E PREJUDICA TODOS OS OUTROS MORADORES, CABEÇA DE CAMARÃO DA ZORRA ESSA SUA VIU JABÓQUIO.
    Jabóquio, deixe de ser imbecil, se existe algum desafeto seu na rua 13 de maio no pontal deixe de ser idiota, por que fica feio é pra vc seu sacripanta, todo ano é a mesma coisa chega o verão e a 13 de maio fica desse jeito. Se vc quiser informo a vc aonde eu moro e vc faça isso comigo seu sacana pra vc veh como um cidadão que garante as calças que veste iria reagir seu palhaço. E mande consertar logo isso aí seu cagão!!!

    Foto de Waldemir Correia.
    Foto de Waldemir Correia.
    Foto de Waldemir Correia.
    Foto de Waldemir Correia.
    Foto de Waldemir Correia.
     
  • A Redação 12:45 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    Candidatos à Presidência divergem sobre redução da maioridade penal 

     

    banner_eleições

    Brasília - Os últimos adolescentes que cumprem medida de internação no antigo Caje são levados para as novas unidades de internação (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
    Proposta de redução da maioridade penal divide opiniõesMarcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

    A redução da maioridade penal – dos 18 para os 16 anos – é uma das propostas que colocam em lados opostos os candidatos à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). Aécio tem defendido abertamente a redução, em casos de crimes graves, cuja proposta, de autoria de seu candidato a vice, o senador Aloysio Nunes, tramita no Congresso Nacional.

    O programa de governo de Dilma não menciona a questão, mas o governo federal tem se posicionado contra a proposta de Nunes. O site Muda Mais, que apoia a reeleição da candidata do PT, também manifestou-se contra, em uma mensagem publicada no último 12 de outubro, Dia da Criança.

    A proposta de redução da maioridade penal tampouco é consenso entre especialistas. De um lado, há a ideia de que adolescentes entre 16 e 18 anos já têm discernimento para entender que estão cometendo crimes. Portanto, segundo os defensores da redução da maioridade, esses jovens devem ser punidos com prisão, de forma a evitar que eles cometam mais ações violentas.

    De outro lado, há aqueles que acreditam que a redução da maioridade penal gerará ainda mais problemas à segurança pública, uma vez que encaminhar esses jovens para presídios, em geral precários, prejudicará a recuperação deles e sua reinserção na sociedade.

    Defensor da redução da maioridade penal, o promotor Thales Cezar de Oliveira atua há 20 anos na 2ª Vara da Infância e da Juventude da cidade de São Paulo. “Cem por cento dos adolescentes que atendemos na promotoria têm exata noção daquilo que estão fazendo, de que estão cometendo crime. A conduta desses adolescentes não é fruto da pouca idade e sim de uma má-formação da personalidade desses jovens”, disse o promotor.

    Oliveira reconhece que a situação dos presídios brasileiros não é propícia à recuperação dos detentos. No entanto, segundo ele, a prioridade é garantir a segurança das pessoas “honestas, decentes e trabalhadoras” que são “vítimas dos adolescentes que cometem crimes”. “Eu ainda prefiro pegar o indivíduo que praticou crimes graves e colocá-lo no sistema prisional, mesmo que seja um sistema prisional falido, para proteger esses cidadãos de bem.”

    Por outro lado, a psicóloga Maria Helena Zamora, especialista em adolescentes infratores pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), acredita que a redução da maioridade penal terá resultados desastrosos. “Reduzir a maioridade penal é entupir as prisões, mais do que já são entupidas. A prisão não é nenhuma escola, a não ser a do crime. Ela não evita a reincidência e fomenta o ódio [do detento]. Colocar ali dentro pessoas que ainda não completaram seu desenvolvimento é o projeto que queremos para nossa adolescência?”, questiona.

    Maria Helena lembra que, apesar de não responderem criminalmente pelos seus atos, os jovens não ficam impunes quando cometem infrações. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), se o crime for cometido entre os 12 e 18 anos de idade, o infrator pode ser internado em uma unidade socioeducativa, por até três anos. “Não é verdade que eles ficam impunes. Muitas vezes a gente tem visto o ECA ser mais severo com os adolescentes do que a lei penal.”

    Thales Oliveira ressalva, entretanto, que a redução da maioridade penal deve ser apenas a última medida de um pacote para reduzir a criminalidade entre os jovens, que incluiria investimentos na saúde, na educação, na cidadania, no saneamento básico e no apoio às famílias. “A redução da maioridade penal, por si só, não reduz criminalidade. Ela traz justiça”, disse.

    Maria Helena discorda da redução da maioridade penal, mesmo que venha com a promessa de investimentos na garantia de direitos aos adolescentes, como as citadas por Oliveira. “Nós sabemos que isso [os investimentos sociais] não sairá do papel. A única medida que acabará sendo implantada, como sempre em questões de segurança pública, é a repressão”, afirmou a psicóloga.

     
  • A Redação 12:17 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    Ilhéus : Sem refletores no Estádio, Colo-Colo e Vitória abrem a segunda rodada da Copa Governador do Estado 

    Estádio Mario Pessoa continua sem refletores.

    As equipes do Colo-Colo e Vitória se enfrentam neste sábado, dia 25, em Ilhéus. O jogo, que abre a segunda rodada da Copa Governador do Estado 2014, está marcado para as 15 horas, no estádio Mário Pessoa. O Horário Inoportuno é devido a falta de refletores no estádio.

    Leonardo Menezes Farias, dos quadros da Federação Bahiana de Futebol (FBF), do município de Valença, é o árbitro central, que será auxiliado por Adenilson José Rodrigues (Itabuna) e Oséias Almeida Bonfim (Ituberá).

    Também no mesmo dia e horário, as equipes de Vitória da Conquista e Serrano se duelam no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista. A arbitragem será comandada por Bruno Nogueira Prado, com auxílio de Luís Antonio Cerqueira e Luciano Trigueiro Xavier.

     
  • A Redação 12:15 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    NOVA PESQUISA DATAFOLHA REVELA AVANÇO DE DILMA ENTRE INDECISOS 

    Dilma tem 47% e Aécio aparece com 43% nos votos totais (Foto Site Band).

    Nova pesquisa Datafolha manteve situação de empate técnico na corrida à presidência da República, mas a presidente Dilma Rousseff (PT) conseguiu “pescar” um ponto entre os indecisos. A pesquisa foi feita ontem (21) e os números foram divulgados hoje pela Folha de São Paulo.

    Nos votos válidos, Dilma tem 52% das intenções de voto ante 48% de Aécio Neves (PSDB).

    O avanço de Dilma é observado quando computados os votos totais. Ela sai de 46% para 47%, enquanto Aécio mantém-se em 43%. A presidente avançou entre indecisos, que eram 6% na pesquisa anterior, divulgada na segunda (20), e caiu para 4%. O percentual de brancos e nulos saiu de 5% para 6% no mesmo intervalo.

    A pesquisa também revela que 82% dos eleitores de Dilma acreditam na vitória da candidata à reeleição. Para 78% dos eleitores de Aécio, ele será o vencedor.

    ECONOMIA AJUDA DILMA

    Os eleitores estão mais otimistas com a economia brasileira, o que pode explicar o avanço da petista. 31% acham que a inflação vai aumentar, mas esse percentual era 50% em setembro e 64% em abril passado. A mesma pesquisa revela que 35% disseram que a inflação ficará como está e 21% acreditam em queda da inflação.

    Só 26% acreditam em aumento do desemprego, enquanto 33% acreditam que ficará estável e 31% creem em redução. Só 15% dizem que vai piorar.

    AÉCIO É MAIS AGRESSIVO, DIZ PESQUISA

    De acordo com o Datafolha, 71% criticaram as acusações (agressividade) na campanha. Para 36%, Aécio é o mais agressivo, percentual que cai para 24% para Dilma.

    O levantamento do Datafolha ouviu 4.355 eleitores ontem (21) em 256 municípios e tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.

     
  • A Redação 12:13 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    Ilhéus : Sem refletores no Estádio, Colo-Colo e Vitória abrem a segunda rodada da Copa Governador do Estado 

    Estádio Mario Pessoa continua sem refletores.

    As equipes do Colo-Colo e Vitória se enfrentam neste sábado, dia 25, em Ilhéus. O jogo, que abre a segunda rodada da Copa Governador do Estado 2014, está marcado para as 15 horas, no estádio Mário Pessoa. O Horário Inoportuno é devido a falta de refletores no estádio.

    Leonardo Menezes Farias, dos quadros da Federação Bahiana de Futebol (FBF), do município de Valença, é o árbitro central, que será auxiliado por Adenilson José Rodrigues (Itabuna) e Oséias Almeida Bonfim (Ituberá).

    Também no mesmo dia e horário, as equipes de Vitória da Conquista e Serrano se duelam no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista. A arbitragem será comandada por Bruno Nogueira Prado, com auxílio de Luís Antonio Cerqueira e Luciano Trigueiro Xavier.

     
  • A Redação 12:11 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    POLICIAIS FEDERAIS SUSPENDEM PARALISAÇÃO 

     

    Policiais federais suspendem paralisação (Foto Arquivo).

    Os policiais federais decidiram suspender a paralisação prevista para começar nesta quarta-feira, 22, em todo o Brasil.

    A decisão foi tomada durante uma videoconferência realizada na noite desta terça-feira, 21, com a participação de todos os 27 sindicatos regionais.

    O motivo da greve foi a concessão de benefícios pelo Governo Federal aos delegados, sem estendê-los para os demais policiais, por meio da Medida Provisória 657/2014.

    Entretanto, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), a categoria decidiu suspender o movimento após a intervenção do ministro interino da Casa Civil, Valdir Simão, e do ministro da Secretaria de Relações Internacionais, Ricardo Bezoini, com o objetivo de tentar solucionar a situação.

    Em comunicado à categoria, o Governo Federal ressaltou que “o texto da Medida Provisória 657/2014 não altera os requisitos para ocupação dos cargos comissionados atualmente ocupados por agentes, escrivães, papiloscopistas, peritos e servidores administrativos da Polícia Federal”.

    Pimenta

     
  • A Redação 12:10 PM dia 22/10/2014 Visualizar | Responder  

    EMPRESÁRIOS SUL-BAIANOS PARTICIPAM DA MAIOR FEIRA DE ALIMENTOS DO MUNDO 

    Empresários e Claudiana, do Sebrae, participam de feira em Paris (Foto Divulgação).

    Renata Smith | Sebrae

    No município de Una, sul da Bahia, Karlla Costa é dona da empresa Koisas da Roça, que comercializa produtos diversos da agricultura familiar, como chocolates, doces, frutas secas, biscoitos de Araruta e hortaliças orgânicas. Já no município de Ibirataia, Pedro Magalhães, dono da empresa Lajedo do Ouro, produz a amêndoa do chamado Cacau Gourmet, orgânico, e está iniciando uma produção de chocolate fino com boa aceitação no mercado regional.

    Neste momento, o que une Karlla e Pedro é o desejo de ampliar os negócios através da participação na SIAL Paris 2014, a maior Feira de Alimentos do Mundo. A missão empresarial reúne 111 empresários brasileiros no evento que vai até amanhã (23), reunindo 6,3 mil expositores de 105 países e com expectativa de receber mais de 150 mil pessoas nesse período. Entre os países de destaque, o Brasil ocupa a 10ª colocação, com mais de 100 empresas expositoras, maioria fruto da parceria com a Agência de Promoção a Exportação (Apex).

    Para a empresária, “a grande contribuição ao participar do evento em Paris é poder levar para os pequenos agricultores, novas ideias sobre embalagens e melhor aproveitamento dos produtos industrializados”. Atualmente, seu empreendimento apoia um grupo de 10 pequenos agricultores, assentados em localidades rurais de Una. A proposta, ainda para esse ano, é variar, lançando, juntos, uma coleção de camisetas com linguagem rural e tecnológica.

    INTERNACIONALIZAÇÃO

    De acordo com a gerente do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, que integra a comitiva, os empreendedores sul-baianos estão participando de visitas técnicas, conhecendo novos produtos no mercado internacional e equipamentos com tecnologia de ponta no mundo. “O objetivo é a internacionalização dos negócios, ou seja, assegurar a competitividade em comparação aos concorrentes internacionais”, destaca, ressaltando, ainda, que, as informações que serão trazidas para a Bahia vão ser importantes para a competitividade dos negócios do setor de alimentos.

     
c
compose new post
j
next post/next comment
k
previous post/previous comment
r
reply
e
edit
o
show/hide comments
t
go to top
l
go to login
h
show/hide help
shift + esc
cancel